domingo, setembro 24, 2006

1ª Prova do Circuito Nacional de Dificuldade

Decorreu no dia 17 de Setembro a primeira prova do Circuito Nacional de Dificuldade deste ano. Os melhores escaladores nacionais acorreram à Cidade de Marco de Canavezes para participarem nesta prova organizada pelo Clube de Montanhismo de Vila Real.
.
O ambiente estava descontraído e a adesão foi em massa. Pena que a categoria feminina continue com tão poucas adeptas. Será que não há raparigas a escalar em Portugal? Ou será que não se motivam para as competições?...
.
Em geral, a prova não poderia ter corrido melhor. O tempo esteve ameno com o sol a espreitar por entre as nuvens e a prova decorreu com escalões de iniciados, júniores, juvenis e séniores, distribuídos pelas categorias masculina e feminina.
.

O ambiente na sala de isolamento

Para equipar as vias da prova veio o escalador espanhol Carlos Suarez, que já equipou umas quantas provas de dificuldade e bloco no nosso país.
.

Carlos Suarez, equipador da prova

A concorrência masculina estava ao rubro, com os melhores escaladores nacionais a passarem à final. Um dos grandes favoritos aos primeiros lugares, José Abreu, esteve ausente, a participar na Copa do Mundo de Escalada que decorria ao mesmo tempo em Marbella. Apesar de ser o único a representar as cores de Portugal, acabou bem classificado em 37º lugar.
.
David (Chibo) Rodrigues e Ricardo Neves a visualizarem a via
.
O pessoal aplicou-se e parece que o equipador subestimou os nossos atletas séniores, sendo que na final três escaladores fizeram top. Assim, houve lugar a uma super final entre os atletas Leopoldo Faria, Ricardo Belchior e André Neres. Na super final o Ricardo não falhou e voltou a fazer top, arrecadando assim o primeiro lugar da prova, logo seguido do Leopoldo Faria (2º classificado) e de André Neres (3º classificado).
.

Leopoldo (Leo) Faria na via da final
.
Ricardo Belchior (1º classificado) na via da super final
.

Não só no escalão sénior houve competitividade, felizmente os nossos atletas mais jovens estão cada vez mais fortes e este escalão conta com atletas de alto nível. A comprovar estão os dois tops alcançados na final pelo Marc Xavier e pelo Márcio Bonifácio, que ficaram assim em primeiro lugar em ex-aqueo, logo seguidos do Luís (Bibs) Barbosa (3º classificado).
.

O pódio no escalão juniores. Márcio Bonifácio e Marc Xavier (1º classificado em ex-aqueo) e Luís (Bibs) Barbosa (3º classificado)

As finais femininas séniores foram competitivas q.b. Apenas com quatro atletas a disputarem os três lugares do pódium, nenhuma fez top. A Kimie Kon mais uma vez mostrou a sua garra competitiva ficando em primeiro lugar, seguida de mim (2ª classificada), da Marisa Correia (3ª classificada) e da Sandra Melo (4ª classificada).

As atletas a visualizarem a via da final

Kimie Kon (1ª classificada) na via da final

Foi muito interessante ver o escalão de femininas iniciadas, que tão jovens deram o seu melhor apresentando uma escalada fluida e uma garra competitiva fora do comum.

A prova esteve muito bem organizada e apenas num dia conseguiu-se seguir os "timings" e realizar uma prova com eliminatórias e finais para quatro escalões, distribuídos entre masculinos e femininos.
.

O animador das competições tugas, Américo (Meco) Sousa
.

O ambiente geral da prova

Parece que os escaladores mais jovens estão a motivar-se para escalar e a ajudar está o desporto escolar. Espero que não deixem de parte essa motivação porque é de pequenino que nasce um grande escalador.

Todos os resultados em FPME.

As competições continuam dia 30 de Setembro em Cascais, com a primeira prova do Circuito Nacional de Boulder.

1 Comments:

At 28 setembro, 2006 17:07, Blogger frouxo said...

Pffff... estes campeonatos não valem nada. Um campeonato de escalada em top... isso é que era! A épica batalha com as expressos, enquanto se tira a corda... isso sim, é para duros! Ou então um campeonato com vias de 6a+. O pessoal forte ficava tão baralhado que caía logo.

 

Enviar um comentário

<< Home