segunda-feira, novembro 27, 2006

O meu filme!

Aqui fica um filme da minha participação na competição. Mais uma vez o meu maninho fez uma excelente montagem das imagens. Infelizmente no filme só aparecem 3 blocos da final...


.
A ver se disponibilizo mais filmes das actuações do pessoal.

Circuito Nacional de Boulder, Arouca

Este Outono tem estado repleto de competições de escalada, feitas as contas já vamos em quatro. Muda-se o local, mantém-se os júris, alguma mudança nos equipadores e uma afluência cada vez maior é o que se tem observado em cada prova, sendo os escalões seniores femininos, juvenis e iniciados onde se tem visto um maior aumento dos competidores. Para que tenham uma ideia até açorianos estiveram presentes nesta prova.
.
Desta feita foi a vez da cidade de Arouca receber a 2ª Prova do Circuito Nacional de Boulder, inserida no Festival Internacional de Águas Bravas. Mais uma vez, o pessoal de Lisboa, eu incluída teve de rumar ao Norte para mais uma competição. O tempo esteve agreste e o frio foi muito, salvou-se o caloroso ambiente entre os competidores, público e organização que animaram o dia.
.
A competição teve ínicio às 15h. As raparigas foram as primeiras a competir logo seguidas dos juniores e dos séniores rapazes. O sistema foi o habitual deste Circuito: 5 min para resolver um bloco, com 5 min de descanso entre bloco. Nas eliminatórias haviam 5 blocos para encadear tanto para os rapazes como para as raparigas.
.
Os equipadores da prova foram os experientes Frederico Silva (equipador das provas do Circuito) e o Filipe Costa e Silva (equipador do Campeonato Nacional de Boulder).
.
Os blocos estavam ajustados ao nível dos escaladores. Nas raparigas nenhum bloco ficou por encadear e nos rapazes os primeiros quatro blocos estavam acessíveis para a maioria dos escaladores e o último bloco só viu encadeamentos do José Abreu, Júlio Braga, Ricardo Neves e Ricardo Alves.
.
Na final só havia lugar para 6 raparigas e 6 rapazes seniores e 3 rapazes juniores. As finais começaram por volta das 20h. E mais uma vez as raparigas abriram as hostilidades, seguidas dos rapazes.
.
Feitas as contas fiquei em 1º, logo seguida da Kimie kon (2º classificada) e da Rute Delgado (3ª classificada), nos júniores, a taça foi para o Mário Inocêncio (que por pouco passava à final sénior), seguido do Marc Xavier do Algarve (2º classificado) e Luís “Bibs” Barbosa (3º classificado).
.

Nos séniores masculinos assistiu-se a um bom espectáculo, protagonizado pelos equipadores, Frederico Silva e Filipe Costa e Silva e pelos seis competidores que passaram à final. O Zé lá teve que se esforçar num ou noutro bloco, seguido muito de perto pelo Júlio Braga. Mais um vez e para não destoar esta época o Zé Abreu levou a melhor voltando a arrecadar o primeiro lugar, seguido de Júlio Braga (2º classificado) e Ricardo Alves (3º classificado).
.
A prova dos juvenis e iniciados teve lugar no domingo.
.
Aproveito para agradecer o apoio muito especial do público que esteve presente até às 2h da manhã (hora a que terminou a prova). Obrigado também à organização do evento, aos equipadores, à Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada, à Câmara Municipal de Arouca e um especial agradecimento à loja Espaços Naturais que mais uma vez proporcionou o prémio da competição.
.
E parece que para o ano há mais...
.Pódio júniores: Luís Barbosa (3º lugar), Mário Inocêncio (1º lugar), Marc Xavier (2º lugar)
.

Pódio feminino: Rute Delgado (3º lugar), Isabel Boavida (1º lugar), Kimie Kon (2º lugar)

Pódio masculino: Ricardo Neves (5º lugar), Filipe Cardinal (4º lugar), Ricardo Alves (3º lugar), José Abreu (1º lugar), Júlio Braga (2º lugar)

São as fotos que tirei da prova... A ver se disponibilizo uns filmes aqui no quiosque!

quarta-feira, novembro 22, 2006

Como é que o pessoal cá chega?

À semelhança do que vi num blog de um grande amigo meu (aliás, recomendo uma leitura a esse post), vou expôr aqui as razões pelas quais ultrapassei as 20 000 visitas neste pequeno quiosque onde nem sempre se diz alguma coisa de jeito...
.
Não tenham ilusões, apesar de este blog ser um blog temático a maioria dos transeuntes que aqui passam vêm por mero acaso, outros há que realmente queriam encontrar o blog da bolinha, ou simplesmente informação sobre croquis de escalada, ou então queriam saber mais coisas sobre outros escaladores e encontraram neste blog informação preciosa, mas a grande maioria pesquisava outras informações.
.
Através do sitemeter consigo ficar a saber como é que cada pessoa veio cá e o que pesquisavam no google (a maior invenção dos últimos tempos) antes de clicarem no Climb, climb, climb.
.
O mais clássico é procurarem pela criadora deste "pasquim", o que na realidade faz todo o sentido.
.
Isabel Boavida - muito simples e vem direitinho ao Climb climb climb.
isabelboavida - outra possibilidade que vem dar ao mesmo.
isabel climb boavida - boa pesquisa, não falha.
isabel boavida blog - mais especifico, mas o resultado é semelhante.
blogdabolinha - se acrescentarmos o blogspot, é este o endereço do Climb, climb, climb.
blogbolinha - sem o "da", mas vem cá ter na mesma.
ISABEL BOLINHA - o meu apelido é boavida, mas sinto que começo a perder alguma identidade com isto das alcunhas... até me chamam claudinha (e parece-me que muita gente não vê o paralelismo...)!!!
.
Para ganhar visitas, nada melhor que falar das múltiplas escolas de escalada existentes em Portugal.
.
dente de leão escalada - é aqui mesmo!!! Croquis actualizados, novas vias equipadas, fotos e tudo o mais que queiram saber sobre esta emergente escola da região sul.
rocha da pena climbing - por aqui pouco há, procurem na AMEA ou no blog do fanático Chibo.
croquis cantaro magro - por aqui também não vão lá, melhor procurarem no blog Pedra Dura (reparem que não falei do Rocha Podre!), mas cuidado que além de croquis encontram histórias alucinantes sobre aventuras verticais!
pooc sintra cascais escalada - Plano de Ordenamento da Orla Costeira e escalada?! Tudo junto na mesma pesquisa?!? Cuidado, eles andam aí...
serra estrela boulder topos - falem com o mequito, ou vejam no socurtir os croquis da Pedra do Urso.
pratica da escalada Ursa - será que procuram os croquis da Praia da Ursa? Não tenho os croquis mas recomendo esta grande escola de granito da região sul. Ah! E cuidado com os 7a!
croquis escalada arrábida - não, não, não. Aqui não há croquis da arrábida!!!
croquis sagres - aqui encontram toda a informação sobre a nova parede de sagres. Com 8 vias novinhas prontas para serem encadeadas!
.
A internacionalização. Recomendo que façam um post só com os nomes das escolas de escalada mais famosas do mundo seguidas das palavras "croquis" e "topos". São mais 10 000 visitas garantidas!
.
croquis albarracin "sector techos" - em busca das linhas de boulder de Albarracin. Está a abrir a época bloqueira!!!
CROQUIS SECTOR TECHOS ALBARRACIN - mais do mesmo com o Caps Lock ligado.
croquis techos albarracin - será que em Albarracin só se escala no sector techos??!
croquis albarracin - ah bom, afinal sempre se escala noutros spots.
escalada en kalimnos - eu ainda não fui a kalimnos... Voltem a pesquisar pelo mesmo tema daqui a 1 ano :)
climbing siurana espanha - famosissíma escola de escalada de Espanha.
camping el chorro - eu diria que é uma excelente zona de banhos!
croqui aviario - este é um mistério...! Pessoal a escalar de asa levantada não falta, mas ainda ninguém se lembrou de fazer um croqui das vias que mais asas levantam (vou pensar nisto para um próximo post)!!
.
Reparem na importância do post sobre os bíceps dos escaladores.
.
fotos de biceps femininos - quem procurava biceps femininos encontrou-os aqui, mas a questão coloca-se: - entre tanto bícep será que encontram os femininos?! O da kimie é possível, visto que esse toda a gente acertou.
biceps feminino - aqui encontram os mais belos bíceps femininos!
bíceps - mais do mesmo. Aqui encontram uma vasta documentação sobre bíceps de escaladores.
biceps - igual, mas sem acento.
como ganha mais biceps - esta é a pergunta que um escalador já fez pelo menos uma vez na vida. Como será que ganho um hidráulico i-nu-mano?! Mas, se conhecerem bem a autora deste blog, sabem bem que por aqui não encontram a resposta.
biceps incha - ah pois é! Incham e não é pouco.
.
Vieram cá dar em busca de informação sobre outros escaladores. A ver se vos ajudo.
.
escalada+miguel catita - um grande escalador português. Procurem no www.cercleinfinit.com e vejam o seu trabalho de webdesigner.
ricardo belchior - tem o blog da equipe Econauta. Vejam as fotos do psico bloc, um dos melhores posts deste blog.
ricardo neves - que eu saiba não tem blog, mas podem encontrar informações preciosas sobre este escalador no Pé no trilho.
ricardo neves escalada blog - a procura não pára! Ricardo aconselho-te vivamente a fazeres um blog.
blog kimie kon - é só seguir o link para o blog da kimie.
rui pimentel - representante da Top30 em Portugal e grande colaborador para o desenvolvimento da escalada Portuguesa.
andre neres - um dos mais famosos escaladores nacionais que se tem ausentado destas lides nos últimos meses. Procurem no herbalife.
.
Mais algumas pesquisas que não se enquadram em nenhum tema...
.
"deep eyes" pagina blog - vejam a página da Deep Eyes e não deixem de dar uma olhadela às colecções de roupa. A marca possui um estilo muito próprio, com roupa muito prática e muito gira.
treino de campus board para escalada - Ui, treino de campus board neste "pasquim"...esqueçam!
MONTANHISMO - este blog é sobre escalada, claro que o montanhismo também se enquadra, e o alpinismo e a escalagem e o rappel... mas parece-me uma pesquisa demasiado vasta. Assim não vão lá.
volta ao mundo + nuno pedrosa - Já publicitei esta grande aventura, sigam o link.
circuito nacional de boulder - a próxima prova é já este fds em Arouca. Não faltem!
"psico bloc" - sim, já experimentei... Mas neste pasquim vão ver poucas novidades sobre este assunto.
ruta40 - grande ruta! Mais informações em www.isabelboavida.com, viagens, argentina.
rutas con ripio argentinas - www.isabelboavida.com, viagens, argentina.
logistica' 'organização de casamentos' - pensei, pensei, pensei... Como é que aqui chegaram com esta pesquisa?! Mistério... Reparei no titulo do blog: Climb climb climb, não vejo qualquer semelhança.
Passadiço Janeiro de Cima - eheh! O famoso bar junto à escola de escalada da Barroca!
ama como se nunca tivesses sido magoado - porque raio alguém faz esta pesquisa?! Aqui no blog é mais: escala como se não houvesse amanhã!!!
el pelos equipar 8a - ?!?
fotos boulder espinho - Na página da FPME, do Delfim e do Xina (sigam o link no forum). Quem é amiga?!
pizaria pedralva - Aqui têm um post sobre este grande restaurante em Sagres. Publicidade a restaurantes é do melhor para ganhar visitas!
piza paza pedralva - Mais do mesmo!

quinta-feira, novembro 16, 2006

Equipar no Dente de Leão

Acho que vou dispensar apresentações...mais um post do Nuno Pinheiro!
.
Como tinha prometido….
.
Como já tinha prometido aqui vão as novidades das novas vias do Dente de Leão. Dois dias de muito trabalho resultaram em três novas vias.
.
Dia de Todos os Santos
.
Depois de uns quantos telefonemas consegui enganar o Miguel e o Fernando para irem comigo equipar para o Dente. “Só preciso de segurança para montar o top e marcar a via, é rápido, depois fico por mim e vocês podem escalar à vontade.”
.
O Filipe embora só tivesse a parte da manhã juntou-se à festa para acabar com as vias que lhe faltavam “República dos Mabirus” 7b e “40 Bate Chapas” 7c, um tiro certeiro a cada uma e já está!
.
Como tinha prometido fui rápido, só demorei duas horas a marcar a via!!! O Miguel torrou ao sol a dar segurança a tal ponto que no final teve que trocar com o Fernando.
Amolecidos pela paragem foram tentar escalar ao lado da chuva de calhaus, já habitual quando se equipa uma via no dente de leão. Para acabar com a praxadela o Fernando ainda teve de desmontar a via que equipei, onde deixei várias expresses e uma corda fixa. Estive tanto tempo a martelar que acabei de noite já sem tempo de a desmontar.
.
Mais uma vez enganei-o bem! Ele estava na via do lado e eu disse-lhe: “Quando chegares ao top fazes um pequeno pêndulo, agarras a minha corda e jumareias até ao top que é pouco mais alto que esse e desmontas tudo facilmente.” Ele pouco convencido aceitou. Quando chegou ao top é que foram elas: Começou a pendular, foi descendo aos poucos para aumentar o alcance, ao fim de quinze minutos de luta quando finalmente chegou à corda já estava a meio da via. Teve de jumariar vinte metros e ainda por cima só com um jumar!!! (nem um gri tinha para o ajudar)
.
No fim de tudo isto há que encontrar o material todo na escuridão e acabar com uma pequena caminhada aos tropeções entre os calhaus. Com as mochilas muito pesadas e de noite esta caminhada parece interminável, quando finalmente chegámos à areia da praia de Sesimbra, estávamos completamente rotos e suados, fazia um calor húmido completamente anormal para um primeiro dia de Novembro. A chuva ameaçava mas a o mar mesmo assim chamava por nós, principalmente por mim q tinha terra dos pés à cabeça. Eu sugeri, o Miguel nem hesitou e o Fernando demorou cinco minutos a decidir! No final fomos todos ao merecido banho, a ousadia foi recompensada com uma água mediterrânica nada habitual por estas paragens. Eu apostaria nos vinte graus ou mais! Quinze minutos de natação, sem dúvida o melhor banho do ano!
.

Dia de todos ao banho

Dia de Todos ao Banho – Talvez 7a+ fica entre a “Pequena Criatura” e a “40 Bate Chapas” , o top é comum com a primeira, 13 chapas e mais de 30 metros.

Dia de São Martinho

Praxadela a quadriplicar, dois a praxar e só um a ser praxado!!!!

Eu, o Filipe e o Miguel! O Miguel queria escalar, eu e o Filipe queríamos equipar. Conclusão nasceram duas novas vias, o Miguel deu muita segurança e mal pôs as mãos na rocha!!! Acabamos mais uma vez com um banho para encerrar a época balnear.

Barrigada

Barrigada – 7c+ ou 8a fica entre o “Trigo do Joio” e a “Barriga é a Morte do Artista” junta com esta última na sétima chapa (equipada pelo Filipe).

Dia de São Martelo – 7b ou 7b+ fica à direita da “República dos Mabirus”, junta com esta na última antes da reunião, à volta de 30 metros 12 mais top.

As fotos foram cedidas pelo Gaspar. Muito obrigado ao Miguel e ao Fernando pela ajuda e paciência!

Por fim um grande agradecimento à Espaços Naturais pelo apoio que tem dado aos equipadores! Apesar de pequena em dois ou três anos já apoiou mais o equipamento de novas vias que a grande maioria (talvez todas) das lojas!

Boas escaladas,
Nuno Pinheiro.

P.S.1 - Cuidado com a corda dêem sempre um nó na ponta todas as vias são muito grandes! Cuidado também com a queda de pedras, aconselho vivamente o uso de capacete por parte do segurador e escalador!

P.S. 2 - Lista de todas as vias para quem já está um pouco perdido:

TMN – 6c+
Pequena Criatura – 7a
Dia de Todos ao Banho – 7a+?
40 Bate Chapas – 7c
Trigo do Joio – 7c
Barrigada – 7c+?
A Barriga é a Morte do Artista – 7c
República dos Mabirus – 7b
Dia de São Martelo – 7b?
A Menina Dança? – 7a
Pim Pam Pum Cada Pedra Mata Um – 6c

terça-feira, novembro 14, 2006

Photoblogs

Pronto, pronto... Mais um post que nada tem a ver com a escalada... Peço desculpa aos leitores mais fanáticos.
.
Serve o presente post para dar a conhecer dois photoblogs. Um deles é o do meu mano. Com uma versão renovada, segue a mesma linha do blog anterior mas com as fotos num tamanho maior. São fotos a preto e branco tiradas em diversas viagens por Portugal continental e ilhas.
.
.
.
O outro phtoblog é do meu primo Diogo que também é escalador! Este ano tirou "férias" e foi fazer erasmus para a cidade de Liubliana na Eslovénia. De momento o photoblog apresenta a vida quotidiana de um estudante em erasmus.
.
.
.
Dêem uma espreitadela que as fotos são muito boas!

quinta-feira, novembro 09, 2006

7a/a+ mais "duros" de Portugal

Mais um post sobre...quase nada! Na verdade ter um blog sobre escalada impôe que o actualizemos com post de escalada, o que nem sempre é fácil. Desta vez, decidi fazer um post para relembrar aos escaladores mais desatentos algumas vias que andam para aí.
.
Em vez de falar sobre aquelas vias que são duras para o grau (post que vou deixar para ocasiões futuras) vou só falar daquelas vias que são "duras" para o grau 7a (e pensam vocês, que post mais frouxo...). Apesar do tema parecer mais interessante que os biceps dos escaladores portugueses, não vos censuro se clicarem na cruzinha do canto superior direito, ou num dos links que vos levará a blogs fantásticos da comunidade escaladora e não só...
.
Aqui vai... 7a/a+ mais "duros" de Portugal
.
Um escalador de sétimos ou de oitavos, normalmente aquece numa via de 7a/a+, para que a temperatura corporal aumente um pouco, para que os braços inchem ligeiramente e para sentir as articulações a moverem-se sem problemas. Normalmente o escalador vai tranquilo neste género de vias, não faz muita força e vai sempre a disfrutar. Vias como a spuf na fenda, a ultrapassagem perigosa em montejunto, o ambiente rural em murches e qualquer 7a de poios são exemplos disso.
.
Mas depois existem outro conjunto de vias, que embora estejam cotadas de 7a/a+ pertencem a outra dimensão. Ou porque são duras à brava, ou raras, ou têm um passo de bloque inumano em que é preciso cerrar os dentes e apertar como se de um 7b+ se tratasse, ou porque a última vez que viram um escalador foi há anos e não existe rasto de magnésio a indicar as presas. Enfim, não é, definitivamente, o tipo de via para o escalador aquecer tranquilamente. Com este propósito e para relembrar os escaladores que existem por aí muitos 7a/a+ esquecidos, tristes e solitários à espera de encadeamentos e de verem as suas presas repletas de magnésio, elaborei uma lista dos 7a/a+ mais "duros" (na minha humilde opinião) de Portugal.
.
Começando pela Fenda:
.
un-do-li-tá - Está ali bem à mão de semear, entre o sector carallon e as amarelas. Vale bem a pena, é uma secção de resistência em chorreiras hiper pequenas e perfeitas. Atenção, 7a/a+ duro segundo alguns gurus e por vezes nem deixa o escalador "tirar os pés do chão".
.
uma na moita - Está também muito acessível, poucas vias à esquerda da un-do-li-tá. Segundo o Gorjão a via custa 7a/7b+. Tem duas secções distintas e há que ir com ganas e apertar forte para não se cair na moita! aldeia dos macacos - Esta via está esquecida e perdida num sector pouco famoso da fenda. A sua vizinha B a ba faz a delícia de qualquer escalador. Para quê que hei-de aventurar-me no 7a e arriscar-me a cair, se posso disfrutar no 6c do lado?
.
dança da pança - Estava indecisa se devia ou não colocar esta via na lista, mas acabei por seleccioná-la. Não é do estilo muito dura, mas é bastante técnica com umas barriguitas que impossibilitam o visionamento das presas seguintes, presas que não são bem presas, são mais aplates a pedirem o posicionamento correcto do escalador.
.
cara de pau (errata: cara de mau!)- Um ex-líbris desta lista. E perguntam vocês, que raio de via é essa?! A via encontra-se bem pertinho da rampa à direita da olho de vidro. Já agora se alguém me puder elucidar, gostava de saber quantos repetidores tem esta via. Eu aposto em três, os dois do costume e mais um ilustre desconhecido. Atenção que a via não passa de 7a.
.
Deixamos a fenda para darmos uma volta pela guia.
.
Destaquei três (errata: quatro):
.
- salofóbica; massacre a leste; formiga judoca (guia nova) e kamikaze
.
Estas vias estão situadas na escola mais frequentada pelos escaladores da região de lisboa e quantos encadeamentos terá cada uma delas?!
.
Da guia directamente para o Algarve. Na Rocha da Pena:
.
Prize of patience - Sabendo a sequência todinha e não falhando nenhuma presa de mão e de pé, a via custa 7a.
.
Em Sagres:
.
The shining ones - segundo o equipador a via é 7a+, "foot work", segundo outros escaladores experientes do panorama nacional e que já por lá andaram pendurados a via custa 7c.
.
Um saltinho a Montejunto Novo.
.
Fantasias de uma grande senhora - Não é assim hiper dura, mas também não é do estilo: - vou só ali aquecer naquele 7a. E depois chega-se ao passo duro e aonde estão as presas?! Tenho de me agarrar a este aplate?!
.
Pelo granito, temos na Praia da Ursa:
.
Aspirações variadas - Está cotada de 7a e a vizinha do lado (Amélie, uma famosa do sector e que custa metade) está cotada de 7a+. Para quê cair num 7a, espremer o sumo de rocha e muito provavelmente cair, se posso aquecer no 7a do lado?
.
E na Serra da Estrela:
.
A dúvida - Aquecer bem os dedinhos antes de ir aquecer neste 7a.
.
Voltando à Arrábida, nas Pedreiras:
.
Entra dura mas sai mole - Eu diria para irem mais a contar com "entra dura, continua dura e acaba dura"!
.
Não esquecendo o Norte, um pulinho às Buracas.
.
Custóias - Com três chapinhas apenas sai um 7a que é uma das pérolas desta lista. Num sector com tão poucas vias de aquecimento porque não aquecer na custóias?!
.
E um pulinho a Poios.
.
De cor e salteado - O nome diz tudo! Contam os rumores que dignissimos escaladores nacionais tiveram de destrepar a via seis vezes para não cairem num 7a.
.
Espero não me ter esquecido de nenhuma pérola perdida por estas falésias. Como vêem existem por aí muitos 7a/a+ à espera para serem escalados e não se iludam que o grau de cada uma destas vias não toca o 7b, por isso apliquem-se!!!

segunda-feira, novembro 06, 2006

Campeonato Nacional de Boulder

Decorreu no passado fim de semana o Campeonato Nacional de Boulder, organizado pelo Clube de Montanhismo de Espinho. Mais uma vez a organização da prova esteve muito boa. A adesão à prova foi em massa, com mais de 70 inscritos, distribuídos pelos diversos escalões.
.
Nas eliminatórias os atletas tinham 16 blocos para encadear em 3h. Nesta prova não há isolamento para os competitores e todos podem ver cada um a provar os blocos. Entre o pessoal a desbundar nos blocos, ouvia-se dicas entre os atletas "pôe o pé ali, e lança com a mão direita", muita gente a encadear blocos, muita escovadela nos aplates manhosos. O ambiente da prova esteve muito descontraído, com os séniores masculinos a esforçarem-se por um lugar na final. Havia blocos para todos os gostos, desde vias em aplates a regletes inexistentes, passando por "caganitas no céu" com milhares de presas para o pé, também havia tectos e blocos verticais, uns mais técnicos e outros de puxar o hidráulico. A juntar a tudo isto a prova de Espinho foi ainda abrilhantada pela "excessiva" presença feminina, que contou com mais de dez inscritas.
.
Entre as eliminatórias e as finais teve lugar a prova de lançamentos, com uma grande surpresa. Desta vez quem "voou mais alto" foi o Ricardo Neves, destronando o campeão Pedro Queirós, que levou o segundo lugar.
.
Os blocos das finais estavam duros. Dos atletas séniores masculinos e femininos só o José Abreu conseguiu encadear alguns dos blocos da final, arrecadando o 1º lugar, logo seguido de Frederico Silva (2º lugar) e de Filipe Cardinal (3º lugar), este último estreante no pódium de competições nacionais.
.
Na prova feminina, os blocos estavam muito duros e as meninas muito frouxas, assim que entre uma e outra bonificação a classificação ficou eu em 1º lugar, seguida da Kimie Kon (2º lugar) e da Marisa Correia (3º lugar).
.
O escalão júniores estava muito renhido com o domínio absoluto dos "putos de Cascais", tendo ficado o Luís (Bibs) Barbosa em 1º lugar, seguido do Mário Inocêncio (2º lugar) e do Márcio Bonifácio.
.
Aqui ficam umas fotos de quem esteve mais preocupada em competir do que a fotografar...
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

sexta-feira, novembro 03, 2006

Mais um fim-de-semana de fisioterapia da broca

O Nuno voltou a pedir-me para escrever mais um post. Isto está a ficar grave, começo a perder identidade no meu próprio blog!! Mas como ele está lesionado e tal, e anda a equipar mais umas vias que irão ser escaladas por centenas de escaladores, realizando um trabalho de importância ímpar para a comunidade escaladora portuguesa, quiçá internacional, voltei a ceder-lhe mais um ecran.
.
Aqui fica, por Nuno Pinheiro.
.
Mais um fim-de-semana de fisioterapia da broca
.
Alguns de vocês ao lerem o título devem estar a pensar:
.
O Nuno? Aquele gajo tão certinho a passar um fim de semana a fumar brocas!?! Para o Nuno estar a apostar na medicina alternativa a lesão deve ser mesmo grave! Será que vai amputar o braço? Ou pior: será que nunca mais vai poder escalar na vida? Não! Ainda não chegamos a tanto mas começo a ficar desesperado e para esquecer continuo a furar!
.
Acabando com esta escrita da treta, para a qual não tenho jeito nenhum, vamos ao que interessa:
.
Mais uma viagem solitária a Sagres onde me encontrei com o Chibo e o Marc que me trouxeram uma prenda da AMEA (Associação de Montanhismo e Escalada do Algarve), 40 pernos e plaquetes inox. Muito obrigado por esta ajuda e veio mesmo a calhar pois o material estava a acabar (estava e continua a estar).
.
Equipei mais 3 vias no sector Corgas de Sagres (nome do novo sector). Finalmente saiu uma mais fácil para aquecer que deve andar à volta do 7a e mais duas vias que andaram à volta do 8a.
.
Sector Corgas

Nuno a equipar no sector Corgas

Nuno na sua particular fisioterapia

Sector Corgas

As fotos foram tiradas de muito longe e muito lateralmente por isso não dão ideia da parede, nem é possível marcar as vias pois estas ficariam sobrepostas! Mas eu prometo fazer um croqui quando tiver umas fotos melhores.

Sector Corgas de Sagres
.
Orientação

O sector é virado a Este, estando ao sol mais ou menos até às 14 horas.

Vento e Maresia (factores sempre importante em Sagres)

É razoavelmente abrigado (muito mais abrigado que Armação) embora entre um pouco de vento quando este sopra forte entre Sul e Este, mas os ventos predominantes ali são entre Norte e Oeste.
Embora perto do mar o sector é seco, bastante mais seco que Armação e Baleeira.

Tipo de escalada

A parede é bastante extraprumada, abundam as chorreiras, lages, regletes e poucos buracos embora seja calcário! Predominam as vias de resistência com uns passos duros pelo meio.

A rocha é compacta mesmo a das chorreiras, a maioria é daquela rocha branca ou laranja muito sólida.

A parte extraprumada da parede deve ter entre 15 a 20 metros. As vias começam na parte tombada e tem entre 7 a 10 cintas mais top. A base é razoavelmente confortável embora nas fotos não pareça.

Acesso

Acesso ao sector Corgas em Sagres

A estrada de terra (pedra e areia) é facilmente transitável de carro até meio do caminho depois o melhor é ir a pé. Quem está no cimo da falésia virado para o mar contornar a parede pelo lado direito, descer até avistar uma corda e depois seguir por esta até ás paredes.

Vias

Chapa ganha, chapa gasta, 7a
5 Marteladas ao Luar, 7b+
Muita pedra pouca presa, 7c+
Indonésios Marafados, 7c+
Pinçamento Positivo, 8a
Pescadores Imundos, 8a
A Tampa da Campa, 8a+
Pingo Doce, 8a

Estes graus são verdadeiros tiros no escuro pois só o 7b+ é que foi provado!

Parede da Armação

No final do dia e para fugir ao vendaval que se fazia sentir em Corgas fui até Armação furar uma via que já tinha sido adiada várias vezes.

Saltos-Altos – deve rondar o 7a+, as primeiras são comuns com a Insubmissa e o top com a Ensopado. A via tem à volta de 30 metros.

Cenas dos próximos capítulos

História de novas vias, praxadelas, chuva de pedra, bailados verticais, sauna nocturna e muito mais! Não percam o próximo episódio “Dente de Leão” aqui no blog da Bolinha!

quinta-feira, novembro 02, 2006

Bruno Carvalho (1974-2006)

Bruno Carvalho (foto: sicOnline)
.
É com tristeza que escrevo estas linhas... A todos aqueles que partilharam com o Bruno a paixão pela escalada e pelo alpinismo, que trocaram emoções e ideias, que foram companheiros de cordada, que viveram momentos de alegria e de tristeza, os meus sentimentos.
.
Força para a família, Paula, amigos e companheiros de expedição.
.
Um grande abraço onde quer que estejas Bruno.