sexta-feira, novembro 03, 2006

Mais um fim-de-semana de fisioterapia da broca

O Nuno voltou a pedir-me para escrever mais um post. Isto está a ficar grave, começo a perder identidade no meu próprio blog!! Mas como ele está lesionado e tal, e anda a equipar mais umas vias que irão ser escaladas por centenas de escaladores, realizando um trabalho de importância ímpar para a comunidade escaladora portuguesa, quiçá internacional, voltei a ceder-lhe mais um ecran.
.
Aqui fica, por Nuno Pinheiro.
.
Mais um fim-de-semana de fisioterapia da broca
.
Alguns de vocês ao lerem o título devem estar a pensar:
.
O Nuno? Aquele gajo tão certinho a passar um fim de semana a fumar brocas!?! Para o Nuno estar a apostar na medicina alternativa a lesão deve ser mesmo grave! Será que vai amputar o braço? Ou pior: será que nunca mais vai poder escalar na vida? Não! Ainda não chegamos a tanto mas começo a ficar desesperado e para esquecer continuo a furar!
.
Acabando com esta escrita da treta, para a qual não tenho jeito nenhum, vamos ao que interessa:
.
Mais uma viagem solitária a Sagres onde me encontrei com o Chibo e o Marc que me trouxeram uma prenda da AMEA (Associação de Montanhismo e Escalada do Algarve), 40 pernos e plaquetes inox. Muito obrigado por esta ajuda e veio mesmo a calhar pois o material estava a acabar (estava e continua a estar).
.
Equipei mais 3 vias no sector Corgas de Sagres (nome do novo sector). Finalmente saiu uma mais fácil para aquecer que deve andar à volta do 7a e mais duas vias que andaram à volta do 8a.
.
Sector Corgas

Nuno a equipar no sector Corgas

Nuno na sua particular fisioterapia

Sector Corgas

As fotos foram tiradas de muito longe e muito lateralmente por isso não dão ideia da parede, nem é possível marcar as vias pois estas ficariam sobrepostas! Mas eu prometo fazer um croqui quando tiver umas fotos melhores.

Sector Corgas de Sagres
.
Orientação

O sector é virado a Este, estando ao sol mais ou menos até às 14 horas.

Vento e Maresia (factores sempre importante em Sagres)

É razoavelmente abrigado (muito mais abrigado que Armação) embora entre um pouco de vento quando este sopra forte entre Sul e Este, mas os ventos predominantes ali são entre Norte e Oeste.
Embora perto do mar o sector é seco, bastante mais seco que Armação e Baleeira.

Tipo de escalada

A parede é bastante extraprumada, abundam as chorreiras, lages, regletes e poucos buracos embora seja calcário! Predominam as vias de resistência com uns passos duros pelo meio.

A rocha é compacta mesmo a das chorreiras, a maioria é daquela rocha branca ou laranja muito sólida.

A parte extraprumada da parede deve ter entre 15 a 20 metros. As vias começam na parte tombada e tem entre 7 a 10 cintas mais top. A base é razoavelmente confortável embora nas fotos não pareça.

Acesso

Acesso ao sector Corgas em Sagres

A estrada de terra (pedra e areia) é facilmente transitável de carro até meio do caminho depois o melhor é ir a pé. Quem está no cimo da falésia virado para o mar contornar a parede pelo lado direito, descer até avistar uma corda e depois seguir por esta até ás paredes.

Vias

Chapa ganha, chapa gasta, 7a
5 Marteladas ao Luar, 7b+
Muita pedra pouca presa, 7c+
Indonésios Marafados, 7c+
Pinçamento Positivo, 8a
Pescadores Imundos, 8a
A Tampa da Campa, 8a+
Pingo Doce, 8a

Estes graus são verdadeiros tiros no escuro pois só o 7b+ é que foi provado!

Parede da Armação

No final do dia e para fugir ao vendaval que se fazia sentir em Corgas fui até Armação furar uma via que já tinha sido adiada várias vezes.

Saltos-Altos – deve rondar o 7a+, as primeiras são comuns com a Insubmissa e o top com a Ensopado. A via tem à volta de 30 metros.

Cenas dos próximos capítulos

História de novas vias, praxadelas, chuva de pedra, bailados verticais, sauna nocturna e muito mais! Não percam o próximo episódio “Dente de Leão” aqui no blog da Bolinha!

9 Comments:

At 03 novembro, 2006 11:09, Blogger Hewaz said...

oh nuno...
arranja um blog de equipamentos!!!!
(não custa assim tanto abrir ums, para mal dos nossos pecados)
xau xau

 
At 03 novembro, 2006 14:44, Anonymous joao cristovao said...

Uma dúvida vinda da parte de quem, no seu tempo, apenas fez escalada clássica e que nunca fez desportiva: existe legislação sobre quem e em que sítios se podem equipar vias? Ou qualquer um pode equipar uma via onde lhe apetecer? E quem equipar uma via é responsável pelo que lá possa acontecer? (se alguém sofrer algum acidente devido a uma via mal equipada, género saltar uma protecção mal colocada, será que não pode processar judicialmente quem equipou a via?)

 
At 03 novembro, 2006 19:38, Anonymous Hugo Peniche said...

Oi João, não te conheço mas suponho que, se apenas fazes Escalada Clássica, tu melhor do que ninguem deves estar consciente dos riscos que esta actividade envolve.. se ñ confias na forma como uma via de desportiva se encontra equipada só tens 2 coisas a fazer: ou ñ escalas, ou equipas tu a via utilizando técnicas de escalada clássica.. no entanto talvez seja importante q, d vez em quando, tb faças desportiva de modo a saberes reconhecer, tu próprio, se a via está bem ou mal equipada.
abraço

 
At 03 novembro, 2006 21:36, Blogger chb said...

Sagres está a ficar cada vez melhor... vias por encadear já não faltam! No domingo também equipei mais uma via no sector da Armação Nova, à direita da Túbaros na Praia: "Abre a Pestana!" 7a.

Apareçam por cá para apertarmos... (bolinha, quando é que ganhas coragem?)

 
At 04 novembro, 2006 13:19, Anonymous Macau said...

Parabéns Nuno, com tanta via nova começo a ficar com vontade de voltar a fazer vias! :-)

E a ''fisioterapia da broca'' tem ajudado o cotovelo?

@joao cristovao: Legislação sobre quem pode equipar vias é quase o mesmo de perguntar se há legislação para quem pode escalar as vias!

Se saltar um entalador numa via de clássica e houver um acidente por causa disso, tb se vai processar o fabricante de entaladores?

Somos todos responsáveis por aquilo que fazemos e temos de estar atentos aos riscos que o desporto envolve...

 
At 04 novembro, 2006 14:43, Blogger Cigano said...

Olá Nuno! Só uma achega. Quando os "ventos sopram forte entre sul e oeste" a rosa dos ventos chama-lhe sudoeste. E sim senhor, é o vento predominante da região, juntamente com o outro que tu dizes "soprar entre norte e oeste"... mas conhecido como noroeste. ;)

 
At 06 novembro, 2006 16:22, Blogger FCS said...

Eu acho que o João tem razão. Eu estou a pensar em processar os equipadores em geral, pois graças a eles já tive muitas tendinites, lesões e danos morais. E nunca ninguém me preveniu que isso podia acontecer. Nuno: estás processado.

 
At 06 novembro, 2006 17:49, Anonymous nuno said...

Esqueci-me de dizer que as fotos são da autoria de Marc Xavier!

 
At 13 novembro, 2006 13:57, Blogger dr. plim said...

grazie pelos equipamentos nuno,
um destes dias voltarei a portugal para provar essas vias todas.
abraco
bruno

 

Enviar um comentário

<< Home