segunda-feira, outubro 22, 2007

6b+ duro!

Este foi um fim de semana de escalada a norte do Tejo, e a norte do Douro. É verdade, também há escalada para lá do Douro. Depois de apresentarmos as fotografias na loja Espaços Naturais sobre a nossa incursão de 2 meses a terras americanas. Aproveito para agradecer a todos os que estiveram presentes para verem as fotos (de amadores) com alguma escalada pelas zonas de desportiva, de fissuras e bloco dos states. Aproveito também para pedir desculpa aos fotógrafos com F grande por termos o nosso tempinho de antena com fotos tão amadoras…
.
Bom, mas deixemos os slides e passemos à escalada. Sábado foi um dia comum aos outros, um passeiozinho pelas Buracas. Aquecemos na falésia da moda, a Vaca voadora e apertamos no El Dorado. Nada de novo, portanto… (não fosse esta uma das minhas falésias predilectas, onde passo a maior parte do meu tempo de escaladora).
.
Domingo fomos até à Srª do Salto. Para quem não conhece eu passo a apresentar, esta é a falésia da zona do Porto. As vias são meio bloqueiras, salvando-se um par de excepções onde predomina a continuidade, isto falando do sector de desportiva, porque da clássica não tenho informações sobre as características das vias, só sei que elas existem, porque além de ver uns tops perdidos entre rocha e arbustos, também tive a sorte de me cruzar com um grupo de classiqueiros com futuro, com uma alegre presença feminina!
.
Voltando à desportiva, lá fomos nós para o sector das vias “desplomadas” onde procurando se encontram vias de “continuidade”, aconselhadas pelo Cardinal. É neste sector que está o famoso 8a+ de 40 metros (de bloco)!!! Para começar o dia eu enganei-me a ler o croqui (depois de tantas pós-graduações e doutoramentos a encontrar falésias e a ler croquis falhei…) e aquecemos num 6b+ que pensávamos ser 6b. Uma via muito boa, com uma escalada obrigatória em regletes horizontais e verticais. Claro que a via nos custou mais de 6b, e ficámos logo alerta a pensar que o grau aqui não era a benesse de poios! Eu disse logo “Deixamos o 6b+ para o final do dia que eu já estou quente!” Passamos para o 6c+ e logo de seguida para o 7a+ (duro, mas 5*), acabando por provar o 7b de bloco, e o 7b de continuidade. O Nuno ainda se aventurou entre presa e expresse pelo 7c de tecto (que deve ter uns 30m e é de bloco!).
.
Para acabar o dia fomos desaquecer ao 6b+ (que nós pensávamos que ainda não tínhamos feito). E assim foi, o Nuno em estilo “lusco fusco” lá foi tranquilo ao 6b+ (que na realidade não baixava de 7b duro…). E foi um festival de:
“Fogo, aonde é que estão as presas”, “Deve haver aqui alguma maneira”, “Será por este lado ou pelo outro?”,”Tenho de roubar?”, “Já nem vejo as plaquetes”, até que por fim “Que $%”&#*& será este o 6b+, Isabel?!?” ao que eu respondo “Eu acho que sim…mas por mim podes desmontar…” E assim foi de lançamento em lançamento, já com a noite a cair o Nuno lá chegou ao top do 6b+ DURO! E no final ainda disse “Este eu não decoto!”
.
Felizmente encontramos os clássicos no parque de estacionamento e tiramos esta história a limpo. O Marco Inácio em conversa disse-nos que tinha feito sem problemas o 6b e o 6b+ à vista, o Nuno, incrédulo perguntava, “Mas como fizeste?”, “Por onde foste”, “Sou mesmo tóni…”, “Deixa cá ver o croqui…”, “ISABEL! Viste mal o croqui, eu estava no 7b, Salto Surpreendente”!!!
.
Excelente dia na Srª do Salto! Merece uma visita, poucas vias, mas muito boas, num estilo diferente, ultra técnicas!!!

4 Comments:

At 23 outubro, 2007 12:35, Anonymous Anónimo said...

a culpa é sempre das mulheres!

 
At 23 outubro, 2007 13:36, Blogger FCS said...

Ou,utilizando o 1º corolário dessa lei,a culpa é sempre da Isabel.

(Teorema que se pode provar pela demonstração ab absurdis: "A Isabel tem sempre razão")

 
At 23 outubro, 2007 14:42, Blogger Isabel said...

Ggrrhhhh!!!

Eu acho que a culpa não foi minha, a culpa foi do Nuno que delegou em mim essas funções!

 
At 23 outubro, 2007 15:07, Anonymous nuno said...

Exigi de mais ao deixar para ti a tarefa de descubrir o 6b e o 6b+ num sector com 10 vias, em que metade tem o nome escrito e tendo em conta que tinhas na tua posse um croqui excelente desenhado sobre uma fotografia! Desculpa, admito, a culpa foi minha, não sei onde estava com a cabeça!

 

Enviar um comentário

<< Home