sexta-feira, maio 30, 2008

Parede das riscas

Nasceu um novo sector em Sagres. Este mais acessível em grau e em emoções. A falésia fica sobre o mar e apenas se escala na parte de cima, ou seja, a partir do meio da falésia. Caracterizada por ter riscas horizontais que formam presas boas, esta falésia tem um cenário incrível sobre o mar!
.
As primeiras vias nesta parede aparecem pelas mãos dos ingleses num estilo clássico que tanto os caracteriza. O Nuno, num desses fins-de-semana de dor de cotovelo, decidiu equipar duas linhas. Nasceram assim a “Código de Barras”, 7a e a “Riscas e Petiscas”, 7a+. Estas vias são de qualidade excepcional e vale muito a pena uma paragem aqui para desfrutar dos enormes bolos de presas que se encontram em cada risca horizontal.
.
No passado fim-de-semana, nascem mais três vias nesta parede. Quase com o lusco-fusco, o David “Chibo” equipa à direita da “Código de Barras”, a via “Os Irmãos Metralhada”, 6b+, e eu e o Leo equipamos a “Primo às fatias”, 6c (duro!) ainda à espera de encadeamento, que fica à esquerda da “Riscas e Petiscas”. No dia seguinte motivada pelo peso do berbequim, volto a rapelar na parede para equipar mais uma linha, entre a “Primo às fatias” e a “Riscas e Petiscas”, baptizada de “Manobras a'riscadas”, 6b?? (ainda à espera de encadeamento).
.
De berbequim na mão a furar a "Manobras a'riscadas"
.
O mais duro, a martelar o perne!
.Croqui da parede
.

1 – Primo ás fatias – 6c?
2 – Manobras a'riscadas – 6b?
3 – Riscas e Petiscas – 7a+
4 – Código de barras – 7a
5 – Ismãos metralha – 6b+

.
Para ajudar a todos aqui ficam algumas dicas sobre este pequeno tesouro à beira mar plantado.
.
As últimas vias equipadas ainda não foram limpas, pelo que o uso de capacete é imprescindível! Os graus ainda carecem de confirmação. As vias têm cerca de 30 metros e começam, sensivelmente, a meio da parede numa repisa evidente. Falta ainda a colocação de um corrimão para que da repisa se aceda às diferentes vias.
.
Vista geral da parede
.
Vista da Parede das riscas do sector Corgas
.
Para quem vem de Sagres, a parede das riscas fica sensivelmente 100 metros antes do Forte do Beliche. Estacionar o carro junto ao Restaurante que fica do lado direito e seguir por um caminho de terra do lado esquerdo da estrada em direcção ao mar, 1 minuto depois está-se no topo da falésia. Aí procurar um dos três pontos de rappel para aceder às vias. Notar que para aceder a dois desses pontos é necessário realizar um pequeno destrepe auxiliado por uma corda rosa, gentilmente colocada pelo Miguel Loureiro para o efeito.
.
Croqui de acesso à parede das riscas
.
Disfrutem de mais estas vias no excelente ambiente de Sagres!
.
Aqui ficam umas fotos do pessoal que já por lá andou a disfrutar destas vias.
.
Momento de diversão. Rui Araujo e Primo a meio da parede e o Miguel Loureiro na repisa.
.
Rui Araújo na "Código de Barras", 7a.
.
Primo a "encarocolar" na "Código de barras", 7a (não, não é nenhum oitavo...)
.
Miguel Loureiro em grande estilo na "Riscas e Petiscas", 7a+
.
Filipe Costa e Silva a disfrutar destes 7a's.
.
Miguel Loureiro na reunião do rappel para aceder aos 7a's.
.

segunda-feira, maio 26, 2008

Os 8000!

.
.
O João Garcia já fez mais um cume, o Makalu, a quinta montanha mais alta do mundo! Muitos parabéns por mais este feito.
.

Aproveito para divulgar o site da expedição que vai levar a Daniela e o Paulo Roxo ao cume do Gasherbrum I
http://www.humanedgetech.com/expedition/teixeira/.
.
Boa sorte aos dois, nós vamos cá ficar a torcer por vocês!

quarta-feira, maio 21, 2008

Palestra

Obrigado pela vossa presença na palestra que teve lugar ontem na sede da Desnível!
.
Espero que tenham gostado e que de alguma forma a partilha deste gosto pela escalada, que é comum entre nós, tenha sido interessante!!!

quinta-feira, maio 15, 2008

Uma viagem ao redor da escalada

Na próxima terça-feira, dia 20 de Maio às 21h eu vou apresentar uma palestra sobre o meu percurso como escaladora. Vai ser na Casa da Gruta na sede da Desnível.
.
Apareçam! Encontram mais informações na Desnível, e aqui o mapa de acesso à Casa da Gruta.
.

segunda-feira, maio 12, 2008

Clássico!

Esta é sem dúvida uma foto clássica do escalador Nuno Pinheiro de "asa" levantada no crux da Capitão Hadock. Reparem nos dedos em extensão nas regletes da Capitão Hadock; nos dois cotovelos bem virados para ao alto, sendo mais pronunciado no cotovelo direito; e, os pés de gato, os famosíssimos Stinger da Boreal!
.
Esta foto fez parte do artigo sobre a Fenda da antiga revista Montanha. Os louros vão para o fotógrafo Oldemiro Lima.
.